Condomínio terá energia fotovoltaica compartilhada

É o segundo empreendimento a utilizar este tipo de tecnologia em Santa Catarina


A Weber Empreendimentos está instalando em Criciúma o primeiro condomínio da região com tecnologia fotovoltaica compartilhada. Além de captar a energia solar e converter em energia elétrica, o sistema implantado no empreendimento será conectado à rede da Coopercocal e a energia gerada e não consumida pelo condomínio será direcionada à cooperativa. Em Santa Catarina, apenas mais um condomínio localizado em Florianópolis é capaz de gerar energia compartilhada. 

O empreendimento da Weber está sendo construído no bairro São Simão e as placas que farão a captação de energia solar da primeira parte do projeto já foram fixadas. “Nesta primeira etapa vamos gerar energia para abastecer a guarita do empreendimento”, explica o engenheiro de implantação Anderson Nicoleti Martin, da empresa Araxá Solar, responsável pelo sistema fotovoltaico. “Numa segunda etapa a intenção é usar a energia fotovoltaica para abastecer toda a iluminação da área comum do condomínio”, adianta o engenheiro. 

Ao direcionar a energia excedente para a cooperativa o condomínio ficará com crédito para ser usado nos meses seguintes, compensando períodos de chuva, por exemplo, em que a captação é interrompida. Martin reforça que para adotar o sistema fotovoltaico, que exige equipamentos importados, a Weber precisou fazer um investimento que poderá levar mais de dez anos para retornar, mas destaca que o benefício está no conceito e no diferencial de oferecer uma obra preparada para a sustentabilidade. “A energia solar não provoca impactos ambientais, sendo uma energia ecologicamente correta e limpa, contribuindo para a qualidade de vida das pessoas e na manutenção dos recursos naturais do planeta”, explica o engenheiro.