A importância do Síndico

Não é fácil ser síndico. Primeiro, ele é eleito por ser o mais confiável. Assim que assume o exigente cargo é muito trabalho pela frente e críticas infindáveis

Os direitos e deveres de um síndico fazem deste um dos personagens mais importantes de um condomínio, que não consegue viver em harmonia sem sua necessária presença. Ele é responsável pelo correto andamento das coisas no condomínio. 

Na atualidade, com a vida em sociedade cada vez mais complexa, com relacionamento interpessoal sendo substituído pelas maquinas, instrumentos, dispositivos e outros equipamentos, vemos que no condomínio o interesse em ser o gestor da coisa comum tem sido objeto de muita restrição, pois implica em assumir um grande número de atribuições e, em consequência, uma lista de responsabilidades.

O condomínio é uma entidade jurídica, criada para propiciar a melhor administração de interesses comuns, mas nem sempre convergentes, sendo o síndico a figura central e mediador da tomada de decisões coletivas.

A importância do síndico é tanta, que a legislação atual permite até mesmo que uma pessoa jurídica, independentemente de ser moradora, possa exercer a função, mas, ao mesmo tempo, a lei não abre mão de sua existência com o representante legal do condomínio. Hoje existem serviços de síndico terceirizado.

A vida de síndico não é fácil, mas é indispensável para que os moradores de um condomínio possam ter paz, segurança e ter seu imóvel garantido e preservado. 

Por isso todos os moradores de um condomínio precisam tratar seu síndico com respeito e admiração, já que ocupa um cargo que não é para qualquer um que nesse dia 30 de novembro, todos façam uma reflexão no sentido de render nossas homenagens ao síndico por toda a dedicação que tem a solução dos problemas do condomínio e que nunca, jamais, em tempo algum, poderá ser o único culpado de tudo.
TAG