Desorganização gera estresse e perda de tempo, mas pode ser revertida

O mundo às vezes pode parecer um caos, mas não há necessidade de que seu ambiente de trabalho e seu lar também sejam assim
Bagunça gera estresse e perda de tempo. Na Central Nacional Unimed, a equipe colhe os frutos do programa Organiza CNU, criado em janeiro de 2015. "O programa inspirou mudanças nítidas: as mesas dos funcionários estão mais organizadas, sem excesso de papéis ou de objetos. Nossas paredes agora são todas de vidro, tornando o ambiente mais claro e aproximando os colaboradores", revela Marco Antonio Eckert, assessor da presidência da CNU.

Organiza CNU foi estabelecido no momento de ampliação e adaptação dos espaços da operadora. Tem como objetivo transformar o ambiente de trabalho e a atitude das pessoas, diminuir o desperdício, reduzir os custos, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade de vida. É baseado na filosofia japonesa 5S:
• Seiri – seleção;
• Seiton – ordenação;
• Seiso – limpeza;
• Seiketsu – bem-estar;
• Shitsuke – disciplina.

Reportagem da revista Vem Viver também reproduz dicas de especialistas em organização, como Marie Kondo e Ingrid Lisboa:
• Busque um motivo para praticar a organização. Comece decidindo o que deve ser descartado.
• Separe os itens que sobrarem por categorias e doe roupas e objetos que não tenham mais utilidade.
• Faça tudo de uma vez: escolha começar o quanto antes e arrume todo o espaço em um único momento, deixando todos os objetos visíveis.
• Curta o silêncio: evite ouvir músicas ou ver televisão enquanto organiza para aumentar a concentração.

No ambiente de trabalho:
• Deixe ao alcance somente objetos importantes, como telefone, caneta, agenda e bloco de anotações. Outros materiais devem ser guardados em gavetas ou armários.
• Crie um local para armazenar documentos solicitados com frequência.
• Deixe o computador limpo e prático.
• Divida os documentos em pastas e exclua o que não for importante.
• Limpe sua mesa no fim do dia e descarte aquilo que não terá mais utilidade.
TAG