Moeda Social entra em vigor no condomínio Orgulho do Madeira

Nova moeda é um incentivo para melhorar a economia na Zona Leste. Cartão é destinado às famílias de baixa renda, que moram no residencial

Moradores do residencial Orgulho do Madeira, localizado no bairro Mariana, na Zona Leste de Porto Velho, já podem utilizar a Moeda Social, uma alternativa oferecida pelo governo de Rondônia para a população comprar em comércios dentro do conjunto, além de funcionar como um incentivo para melhorar a economia na Zona Leste da capital. O novo cartão entrou em vigor nesta semana. Cerca de 500 pessoas já fizeram o cadastro.

O cartão de crédito e débito é destinado às famílias de baixa renda, principalmente para quem tem a renda do bolsa família como referência, e que moram no condomínio, pois a maioria das pessoas do conjunto vivem de renda informal, sem carteira assinada. Uma outra vantagem é a análise de crédito para a montagem de um negócio próprio com financiamento de até 10 mil.

Segundo o entregador João Vitor, em entrevista a Rede Amazônica, ele está muito feliz com o novo método comercial. “Eu fui e resolvi fazer o cartão. E tem um limite bom, questão de parcelamento, eles também parcelam tudo, é um juro bem baixo e não deu nenhum problema até agora”, afirma o morador.

Segundo o agente de crédito Rubem Silva, o foco do banco é atender a população que não tem direito ao empréstimo. “A partir de R$ 100 nós emprestamos até com 24 meses, a juros de 2%. Ao pequeno empresário mesmo, para o pipoqueiro, para o pessoal que fazem café da manhã, para o barbeiro. Então o foco do banco é atender esse pessoal”, explicou.

Para os comerciantes da região que se cadastraram junto ao banco que emite o cartão, jo aumento das vendas é perceptível. O gerente de mercado Jefferson Lins diz que a parceria é muito boa. “Pessoas de diferentes lugares estão vindo comprar com a gente e é mais um canal de vendas que está abrindo”, contou.
TAG
Author Avatar
Paulo Melo

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)